Anuncios

SEJA NOSSO PATROCINADOR, DIVULGUE SUA MARCA E SEJA RECOLHECIDO MUNDIALMENTE!
 

Fred e Dedé disputam a bola na área do Fluminense Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro


Sem Allan e Caio Henrique, que estão com a seleção olímpica, o Fluminense encontrou dificuldades no Mineirão. Em partida com o VAR como protagonista, o time de Marcão —que vinha de duas vitórias seguidas — criou pouco e ficou no empate sem gols com o Cruzeiro.
A equipe de Abel Braga, que, mesmo se vencesse, não sairia da zona do rebaixamento, iniciou o jogo com marcação alta, pressionando a saída de bola tricolor. E —após erro de passe de Gilberto na entrada da área —por muito pouco o Cruzeiro não abriu o placar aos oito minutos. Sassá tocou para Fred, que rolou para Jadson, mas o lateral-direito do Fluminense se redimiu e salvou quase em cima da linha.
Muriel teve outra boa atuação. E os donos da casa só não abriram o placar aos 17 minutos graças a uma ótima defesa do camisa 27 - a melhor do jogo - em chute de David.
Após os 20 minutos, os comandados por Marcão passaram a se lançar mais ao ataque. Sem, no entanto, criar muito perigo. Fora uma cabeçada de João Pedro que passou raspando a trave direita de Fábio, quatro minutos depois, o elenco das Laranjeiras, praticamente, não assustou.
Ver imagem no Twitter

Aos 42, Yuri levou o cartão vermelho ao deixar o pé em dividida com Jadson. Mas o árbitro Jean Pierre Gonçalves consultou o VAR, cancelou a expulsão e mostrou o amarelo.
No mesmo lance, Ganso se desentendeu com Fred e, após nova consulta ao árbitro de vídeo, o ex-atacante tricolor levou o amarelo.
O Cruzeiro também iniciou melhor o segundo tempo. E o cartão de visitas foi um chute de Edilson no travessão.
Após o intervalo, o domínio cruzeirense foi ainda maior. Tanto que o rival encontrou dificuldades para chegar à área de Fábio. Aos seis, Fred fez o gol de cabeça após cruzamento de Egídio, mas o árbitro anulou após nova consulta ao VAR : marcou falta de Robinho em Gilberto no início da jogada.
Mas, à medida que o tempo passava, o elenco de Abel Braga parecia sentir a pressão pela vitória e pecava nas finalizações. Por outro lado, fora uma ou outra jogada individual de João Pedro e Nenê, o Fluminense não sabia tirar proveito do nervosismo do adversário.
Pelo menos, o time de Marcão somou um ponto e vai tentar voltar a vencer sábado, contra o Bahia, no Maracanã. O Globo.
Reações:
 
Top