Música é vendida para cantores Nattan e Gutto Soares e caso pode parar na Justiça

 


cantor DJ Ivis segue preso em uma área de triagem no presídio na Região Metropolitana de Fortaleza, mas, apesar de estar longe dos holofotes, o nome do artista se envolveu em uma polêmica no mercado musical. Isso porque uma das canções que teria sido composta pelo DJ e pelo compositor Val Lima está provocando um impasse entre dois artistas, Nattan e Gutto Soares, e pode acabar na Justiça.


Ambos os cantores estão trabalhando na música "Amor de Rede Social". No entanto, o empresário do artista mineiro afirma que possui exclusividade da canção até agosto de 2022. Desta forma, ela não poderia ser gravada por outro cantor, que neste caso é o cearense Nattan, de 21 anos, dono do hit "Storiezin", em parceria com o cantor Raí Saia Rodada. 


Para o Bahia Notícias, Thiago Basso, empresário de Gutto, contou que foi surpreendido com a notícia de que Nattan está gravando um clipe para a música um mês após seu cliente também lançar uma produção audiovisual da obra, que hoje possui mais de 1,6 milhão de visualizações. O DVD de Gutto, que ganhou destaque após gravar "Coração no 150", feat com MC Mirella e Dynho Alves, foi registrado inclusive em território baiano: o distrito de Arraial D'Ajuda, em Porto Seguro.


"Quando Gutto viu que Nattan estava gravando a música, gravando o clipe da música, ele ficou para baixo, porque a gente está saindo de uma pandemia, e aí quando a gente começa a fazer um trabalho... vende um imóvel, vende um bem para investir na carreira, outro artista que já tem uma projeção maior faz um negócio desse".


".


Nattan compartilhou nesta quarta que está gravando o clipe de 'Amor de Rede Social' | Foto: Reprodução/Instagram
 

Basso afirma que pagou a Val Lima pela exclusividade da música. "Eu paguei R$ 8 mil pela exclusividade. Gastamos mais de R$ 200 mil em investimento na música jogando ela nas plataformas digitais, nas rádios em Minas Gerais... Agora Nattan está gravando um clipe, e isso vai dar uma prejudicada porque ele já tem uma carreira [de destaque], isso pesa muito no nosso trabalho". 

Além de possuir mais de 5 milhões de seguidores no Instagram, Nattan acumula dezenas de músicas que, juntas, somam mais de 150 milhões de visualizações no Youtube. Ao contrário de Gutto, que tem pouco mais de 55 mil fãs na rede social, e vive o início da melhor fase de sua carreira.


Como eu vou gastar R$ 100, R$ 200 mil na música e não ter a exclusividade dela? Não existe essa possibilidade. Ele me passou a exclusividade como 100% dono da música. Eu não sabia que ele ia fazer isso, porque a gente não conhece ninguém, né?", completa Thiago, que enviou ao Bahia Notícias uma cópia do contrato de exclusividade válido por um ano que o compositor Val Lima teria assinado. O documento encaminhado por Basso, contudo, aponta Val como único compositor e "detentor de 100% da composição da obra".
 

Foto: Arquivo Pessoal


Samuel Junior, empresário de Nattan, também garante que possui autorização dos compositores para trabalhar a música, e diz que não conhece o cantor Gutto Soares. "Nattan lançou essa música tem mais ou menos dois meses, e agora decidimos lançar o clipe. Temos exclusividade da música e, inclusive, os compositores são nossos parceiros. Eu não sei como ela foi parar na mão de outro artista". Ele também revela que descobriu por acaso que "Amor de Rede Social" também foi gravada por Gutto.


só fui ver esse clipe dele antes de ontem. Quem é Gutto? Nunca ouvi falar. Eu não entrei em contato com eles e não sei se eles têm autorização. Eu acho difícil ele ter o documento, porque não tem como ele ter a assinatura do DJ Ivis, porque ele está preso. Temos a assinatura dos dois, autorizada, registrada e documentada, graças a Deus". 


Júnior também disse que não pretende interromper as gravações do clipe. "A gente vai ligar para o compositor para saber se realmente ele (Gutto) tem documento de liberação. Se não tiver, é muito fácil. Peço para dar um track no Youtube e está tudo resolvido. Se ele tiver liberação, vai ser normal. A música que se sobressair, vai estourar, ou então nenhuma das duas vai para canto nenhum", disse incisivo. 


Por outro lado, Basso disse que já tomou as providências judiciais. "Já iniciamos o processo e eu vou deixar o advogado tomar conta. Mas desse jeito não está dando certo porque não está tendo diálogo. Eu não estou conseguindo falar com ninguém da equipe de Nattan", lamenta.

"A intenção agora é fazer um acordo. Ou ele não vai adiante com esse clipe, ou ele [Val] devolve o dinheiro que a gente trabalhou na música. A gente quer que resolva a situação, pois é bobagem um negócio desse prejudicar os dois artistas", conclui.

A equipe de reportagem entrou em contato com o compositor Val Lima, um dos responsáveis pela composição, mas não obteve respostas. 


Fonte: Bahia Notícias





Comentários