Pai, mãe e filhos morrem de Covid-19 em apenas 42 dias

 



Quatro pessoas de uma família de Cuiabá, no Mato Grosso,  morreram, vítimas de Covid-19, em apenas 42 dias, entre o dia 20 de fevereiro e 3 de abril.

Segundo conta o G1 que todos foram internados, mas não resistiram às complicações causadas pelo SARS-CoV-2.

O primeiro a ter sintomas foi o pai, de 91 anos, no dia 10 de fevereiro. De acordo com a neta, era a segunda vez que o idoso era contaminado pelo vírus, apesar de todos os cuidados que a família tinha para não ser infectada.

O idoso ainda tomou a vacina contra a Covid-19, no dia 13 de fevereiro, mas já estava infectado. No mesmo dia, teve febre e foi à urgência do hospital mais próximo.

Como ele tinha tido Covid-19 em dezembro, a médica que o atendeu julgou ser uma reação à vacina e passou-lhe medicação, dando-lhe imediatamente alta clínica.

Só no dia 18 de fevereiro, depois de o estado de saúde piorar e o idoso já não conseguir respirar, é que uma outra médica fez o teste e descobriu que o resultado era positivo. Nessa altura, o pulmão já estava 50% comprometido. Dois dias depois, morreu.

No mesmo dia, a mulher do idoso, de 78 anos, e os filhos, de 55 e 58, realizaram o teste à Covid-19 e tiveram resultado positivo. A idosa acabou por ser internada e intubada oito dias depois, acabando por falecer no dia 6 de março.

Já a filha do casal, mãe de Myllena, que falou com o site  G1, foi internada no dia 3 de março, no dia 4 foi intubada e acabou morrendo no dia 15 de março.

Por fim, o tio de Myllena morreu no dia 3 de abril, depois de ter estado internado e ter tido alta. Já em casa, sentiu-se mal e quando regressou ao hospital os médicos descobriram que ele tinha água nos pulmões.

Ainda segundo a publicação brasileira, outros membros da família foram também infectados, mas não tiveram sintomas graves e já se encontram recuperados. Notícias ao Minuto

Comentários