O governo da Venezuela classificou nesta terça-feira como "uma nova e grave agressão" de "terrorismo econômico" o bloqueio total dos bens estatais venezuelanos sob jurisdição dos Estados Unidos anunciado por Donald Trump.
Em comunicado, o governo de Nicolás Maduro argumenta que as autoridades dos EUA pretendem "formalizar o criminoso bloqueio econômico, financeiro e comercial" através da ordem executiva que entrou em vigor na segunda-feira. A medida congela todos os bens estatais do governo venezuelano em território americano.
Fonte: Agencia EFE.