Anuncios!

Notícias em Destaques

Suspeito assassinato de jornalista saudita morre em misterioso acidente

Suspeito assassinato de jornalista saudita morre em misterioso acidente

Meshal Saad al-Bostani é um dos 15 sauditas que aterrou em Istambul no dia em que o jornalista Jamal Khashoggi desapareceu no interior do consulado saudita na Turquia. Sobre a morte de al-Bostani, apenas se sabe que morreu num acidente rodoviário em Riade. 
De acordo com um jornal conservador turco Yeni Safak, que tem desvendado vários detalhes sobre o misterioso desaparecimento de Khashoggi, Meshal Saad al-Bostani era um dos 15 homens que aterrou em território turco no dia em que o jornalista saudita entrou no consulado e não mais saiu.Um dos 15 suspeitos da morte do jornalista saudita Jamal Khashoggi morreu num acidente rodoviário em Riade, capital da Arábia Saudita.
Segundo o mesmo jornal, próximo do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, al-Bostani é um tenente de 31 anos da força aérea saudita.
Apesar de ainda não estar confirmada oficialmente, a tese que tem sido veiculado, sobretudo na Turquia, é que o jornalista, crítico do regime saudita, particularmente do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, foi assassinado no interior do consulado turco no dia 2 de outubro. As câmaras de videovigilância registaram o momento em que Khashoggi entra no local, mas não da sua saída.
De acordo com o jornal turco pró-governamental revelou que existem gravações do interior do consulado que comprovam que o jornalista saudita foi torturado e desmembrado.
A Arábia Saudita, cada vez mais isolada internacionalmente neste caso, nega o seu envolvimento no desaparecimento de Jamal Khashoggi. A CNN, no entanto, avança que as autoridades sauditas estão prestes a revelar um relatório em que admitem.
Fonte: Notícias ao Minuto Brasil.
Tecnologia do Blogger.